Quem precisa de férias das férias?

img_9146   As minhas férias estão mesmo a terminar e tenho a dizer que me sinto completamente esgotada! Há já algum tempo que férias deixaram de ser sinónimo de descanso, mas este ano sinto que foi bem mais cansativo. Estar de férias é óptimo e traz tantas coisas boas, mas não me levem a mal… 24h por dia com duas crianças pequenas que passam o tempo todo a embirrarem um com o outro não é fácil, mais as alterações de rotina, as viagens e agora o regresso à escolinha do mais velho e a adaptação do mais novo. Continuar a ler

Anúncios

Vamos para a escolinha?

img_9142   Por aqui têm se vivido dias de muita ansiedade, o regresso à escolinha do mais velho e o ingresso e adaptação do mais novo trazem consigo também todo um processo de adaptação e algum “sofrimento” para os pais.

   Confesso que tudo está a correr bem melhor do que previa e por fim posso largar a “pilha de nervos” em que me encontrava. Continuar a ler

Não sou uma mãe especial

img_9007   Durante a gravidez sonhamos com o nosso filho, como ele será, física e psicologicamente, se sairá à mãe, ao pai, ou a nenhum dos dois… mas acima de tudo queremos que ele seja perfeito e tenha saúde.

   O meu filho tem autismo, não foi obviamente algo que imaginei que pudesse acontecer, mas isso não quer dizer que ele não seja perfeito, é perfeito sim, e o amor incondicional de uma mãe é mesmo isso, aceitar e amar o seu filho seja quais forem as circunstâncias e lutar sempre para que ele seja o melhor que conseguir e para que seja feliz. Continuar a ler

Ementa semanal #5

   O marido não é fã de legumes, isto para não dizer que não gosta mesmo nada, e se forem feitos como acompanhamento nem sequer vão parar ao prato. O pequeno de vez em quando torce o nariz e se o pai não come ele também não precisa de comer… É importante uma ingestão adequada de legumes, e embora quase sempre se coma sopa, nada melhor que arranjar estratégias para os incluir nas refeições sem dar grande margem a que fiquem de parte. Por aqui é muito raro confeccionar pratos que não incluam legumes e a estratégia é triturá-los e misturá-los com os restantes alimentos, assim não dá para os deixar de lado! Continuar a ler