S. Bento das Peras e o Parque das Termas de Vizela

s. bento das peras 02Muito mais do que simples locais de oração, os Santuários revelam-se espaços bem arranjados e ideais para o convívio em família e por esse motivo lá fomos nós à descoberta de mais um.

O Santuário de S. Bento das Peras encontra-se no cimo do monte com o mesmo nome, em Vizela, distrito de Braga, a cerca de 410 metros de altitude e possui duas capelas, uma mais pequena datada do século XVI e outra de 1970. A festa em honra de S. Bento das Peras, padroeiro de Vizela, realiza-se a 11 de Julho, sendo habitual a peregrinação dos fiéis que sobem a pé os cerca de 5 km desde o centro da cidade. Continuar a ler

Moimenta da Beira

psx_20201024_111657Moimenta da Beira é uma vila do distrito de Viseu, implantada numa zona granítica de transição, entre o vale do Douro e as terras da Beira Alta. Parte integrante da zona conhecida como “Terras do Demo” eternizadas por Aquilino Ribeiro, estas serranias beirãs esquecidas por Deus, bárbaras e agrestes, à margem da civilização. Hoje em dia a vida e os lugares transformaram-se com acessos mais fáceis e rápidos mas a paisagem continua marcada pelo trabalho da terra onde impera a ajuda mútua entre os vizinhos. Continuar a ler

Costa Vicentina – entre Odeceixe e Aljezur

psx_20201005_180329A escolha do local de férias é sempre difícil uma vez que a minha lista de locais a visitar é enorme! No entanto, estas tinham que ter praia uma vez que, desde o início do verão, o Tiago andava a pedir… decidimos fazer-lhe a vontade e escolher algo fora das grandes enchentes de turistas. Temos uma forma de viajar mais lenta e por isso não somos muitos ambiciosos em termos de fazer roteiros gigantes e achámos que este troço era perfeito para nós! Não nos enganámos e até fomos surpreendidos, que dias bons! Continuar a ler

Penedono

penedono_01

As suas terras são antiquíssimas com testemunhos de uma remota ocupação humana por todo o concelho. As antas e dólmens que por aqui se podem encontrar dizem-nos que o homem vive aqui desde, pelo menos, o Neolítico. Por estas terras vaguearam vários povos: romanos, bárbaros e mouros até que no século XII fica definitivamente no controlo da coroa portuguesa. O primeiro documento conhecido que refere o nome Penedono data de 960 onde se pode ler “Pena de Dono” o que quer dizer Penha ou Castelo de Dono, sendo Dono um nome próprio vulgar naquela altura. Continuar a ler

Santuário de Santa Eufémia – Penedono

santa eufémia-penedono_01O Santuário de Santa Eufémia, em Penedono, situa-se na encosta de uma deslumbrante colina com uma beleza singular. Numa ampla área de 8 hectares de terreno está edificado o Santuário da Virgem Mártir Santa Eufémia cuja construção actual será do início do Século XIX, com intervenções recentes de restauro, melhoramento e conservação. Apresenta uma frontaria nego-barroca em granito, material de construção típico da região. Continuar a ler