Monte da Senhora da Mó e o Baloiço de Santo Adrião

Saímos em direção a Arouca e fizemos uma rápida paragem em Urrô para ver a sua igreja. A Igreja Paroquial de São Miguel de Urrô, cuja construção se presume que remonte a finais do séc. XII, destaca-se das restantes da região pela sua estrutura exterior, inspirada em modelos medievais. Um portal ligado ao corpo da igreja por dois arcos laterais que sustenta o campanário e contrasta com as linhas maneiristas e simples do templo. Inserida num pequeno vale, confesso que o que realmente me trouxe aqui foi a bonita visto sobre uma das encostas da serra da Freita! Não consigo resistir a uma vista panorâmica!

Seguimos viagem e fizemos uma muito breve paragem em Arouca. Vila do Distrito de Aveiro cuja história não pode dissociar-se da história do seu Mosteiro. Erigido no séc. X, o Mosteiro de Arouca foi o principal motivo para o crescimento da vila e constitui hoje uma das suas principais atrações. Caminhámos um pouco no Parque Municipal e pareceu-nos que o Centro Histórico de Arouca está muito bem preservado e organizado. Prometemos voltar com mais tempo para poder desfrutar melhor desta agradável vila.

A cerca de 8 km de Arouca e a 711 metros de altitude, localiza-se o miradouro do Monte da Senhora da Mó. Após uma subida por estradas estreitas e sinuosas, chegamos ao cume onde se ergue uma Capela com traços árabes, presumivelmente do séc. XVI, dedicada a Nossa Senhora da Mó, padroeira dos campos, das colheitas e dos animais e protectora contra as secas e trovoadas, que conta a lenda terá salvo um cristão da escravatura dos Mouros (festividades a 7 e 8 de Setembro). A Capela está rodeado por um parque e aqui desfruta-se de uma deslumbrante vista panorâmica sobre o vale de Arouca e a própria vila.

Aproveitámos ainda a viagem para conhecer o Baloiço de Santo Adrião, já no concelho de Castelo de Paiva. No cume do Monte de Santo Adrião, a cerca de 640 metros de altitude, podemos encontrar um bonito miradouro sobre o vale do Paiva, junto de uma antiga capela. Não somos aficcionados por baloiços, mas sempre que temos oportunidade gostamos de visitar, principalmente em alturas menos movimentadas quando os podemos ter só para nós, como foi o caso!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s