O 1º desfile de Carnaval do Tiago (que foi tudo o que eu queria que não fosse)

Conheço muito bem o Tiago, sei o que gosta, o que não gosta, o que o deixa feliz, o que o deixa nervoso e as coisas com as quais ele não consegue lidar muito bem. Trabalhamos muito por antecipação e desenvolvemos estratégias para que, no momento, ele consiga lidar melhor com as situações.

Este ano iria participar no desfile de carnaval juntamente com a turminha da dança, e por eu saber, desde logo, que iria ser uma atividade de grande stress, com muitas coisas com as quais ele tem dificuldade em lidar, começamos a tentar prepara-lo antecipadamente.

A coisa não estava a correr muito bem, sempre que falávamos no assunto e resposta era um valente “não quero ir” por vezes seguido de algumas birras. Tentamos dar a volta ao assunto de forma a mostrar que haveria alguma coisa que ele iria gostar mas não estava fácil.

É impossível haver evolução se não o “obrigarmos” a sair da sua zona de conforto, mas tentamos fazê-lo de uma forma mais controlada, tentando dar-lhe segurança primeiro. Mas por vezes até eu fico ansiosa e não sei muito bem até onde devo ao não insistir…

No dia anterior comecei logo a imaginar todo o cenário e acabo sempre por pensar que tudo vai correr mal… mas depois paro e lembro-me do quanto ele já evoluiu e de todas as vezes que já nos surpreendeu e fico com esperança que até corra bem…

E o desfile chega, ele não quer ir mas lá o convencemos. Faz birra porque quer fazer as pinturas, mas ninguém lhe faz porque só as meninas podem ir pintadas, faz birra porque não quer levar os acessória da roupa, faz birra porque não quer o balão preso no punho, faz birra porque tiram-lhe o balão mas ele quer levá-lo, faz birra porque não quer ir no desfile, faz birra porque quer ir para casa… passou o desfile a chorar, e eu angustiada porque obviamente questiono a minha decisão de o ter deixado participar… E correu tudo tão mal que até levamos a máquina fotográfica sem cartão de memória e não temos fotografias (que falha de principiantes!)

Fiquei triste porque acima de tudo queria que ele se divertisse, fiquei triste porque mais uma vez percebo que temos uma sociedade tão limitado e rígida que nem consegue tratar as crianças como crianças que são! Já nem falo em termos de inclusão de crianças com necessidades especiais, falo mesmo de crianças, de seres individuais com interesses, opiniões e desejos. Qual era a dificuldade de lhe fazerem dois riscos na cara? Não se pode pintar os meninos, só as meninas… ainda por cima é carnaval! Para mim isso não faz sentido nenhum! Temos que aprender, antes de mais, a não rotular as crianças, a deixá-las ser livres para serem o que quiserem, principalmente nestas idades em que a imaginação desempenha uma papel tão importante na aprendizagem! Somos nós, adultos, que estamos a limitar as nossas crianças e a torná-las pouco flexíveis e preconceituosas…

Isto para já não falar em tantas outras pequeníssimas coisas que poderiam ter sido feitas para ajudar o Tiago a adaptar-se melhor a esta situação tão desreguladora para ele, porque não eram simples birras, ele tem mesmo dificuldade em processar vários estímulos, o cérebro funciona de forma diferente, e às vezes basta um pouco de paciência e tentar perceber… ele não queria por o chapéu (porque tinha um fio para apertar por baixo do queixo, bastou tirar o fio e já aceitou), ele não queria levar o balão preso no pulso (mais uma vez porque o fio o incomodava e ele não sabe explicar esse desconforto) mas queria levar o balão, nas mãos… a nossa intervenção já não foi insuficiente porque ele já estava demasiado alterado com toda aquela informação que ele não estava a conseguir processar nem entender…

Fiquei triste, porque mais uma vez são situações como estas que me deixam com medo do futuro, de todas as situações difíceis que ele vai ter que enfrentar e cuja sociedade só vai tornar ainda mais difíceis porque estamos tão pouco receptivos a que se façam as coisas de forma diferente…

Por outro lado, após algum tempo para absorver tudo o que se estava a passar, o Diogo já só queria ir para o meio do desfile juntamente com os outros meninos… para a próxima arranjo-lhe uma fatiota igual e troco-os de lugar…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s