O sono dos (meus) bebés 

Quando somos mães pela primeira vez sabemos que a nossa vida vai mudar e nunca mais vai ser a mesma, mas no fundo não temos muito bem a noção do que isso significa. Estamos habituadas a um estilo de vida, a ter as nossas rotinas e o nosso tempo, e depois de termos um filho o período de adaptação é duro. São as rotinas dele e o tempo dele que marcam o compasso da nossa vida e é normal mostrarmos alguma resistência para ceder a tudo isso.

Eu até nem me posso queixar muito pois o Tiago até foi um bebé bastante sossegado, era muito dorminhoco e com um mês já dormia 6/7h seguidas durante a noite (antes não porque eu o acordava a meio da noite para mamar). Mas tudo são fases com as crianças e por volta do primeiro aniversário começou a dormir mal e a acordar várias vezes durante a noite. O que me chateava mesmo era que havia dias que acordava às 2h ou 3h da manhã e só voltava a adormecer passadas 2h… nunca cheguei a perceber porque acontecia e como evitar, e ao fim de algum tempo acabamos por aceitar e esperar que um dia as coisas melhorassem. E assim foi, passados alguns meses tudo melhorou e agora dorme praticamente sempre a noite toda. Apesar de tudo sempre foi muito fácil adormecê-lo e ainda agora é assim, basta deitá-lo e dar-lhe um beijinho de boa noite que ele adormece quase instantaneamente.

Ora, sabia que desta vez podia não ter tanta sorte, e depois de já termos tido um filho e de a nossa vida ter sido virada do avesso, é mais fácil aceitarmos as dificuldades e saber que tudo um dia ficará mais ou menos bem.

Sou uma mãe diferente agora, mais calma e com mais experiência, aprendi a relativizar muita coisa. Em termos de rotina faço com o Diogo o que fazia com o Tiago, mas o que resultava antes não resulta agora e cada bebé é diferente, por isso com o Diogo o adormecer é uma luta, não sei bem porquê e o que fazer para ser diferente, e o que já experimentei até agora não resultou e por isso já aprendi a aceitar. É mais fácil quando aceitamos e deixamos de nos sentir frustradas e até ficamos felizes quando em alguns dias as coisas correm bem.

Não podemos esquecer que os bebés não vêm programados para dormir a noite toda, e às vezes até nós adultos não conseguimos e temos as nossas noites. No outro dia pus o Diogo no berço e ele adormeceu sozinho, como?!! Não sei o que fiz bem ou se fiz alguma coisa bem, o que é certo é que no dia seguinte tentei reproduzir o sucedido mas já não funcionou, e voltamos ao mama/choro/mama até adormecer. Há duas noites atrás dormiu 6h seguidas! Na noite seguinte acordou de 2/2h… e depois quando ele dorme durante o dia (que é muito pouco) tenho tanto que fazer e não posso descansar! Há dias em que me sinto exausta, mas é mais fácil quando aceitamos os nossos filhos como eles são e deixamos de criar expectativas irrealistas, assim temos mais pequenas vitórias para celebrar!

Depois de uma semana terrível, esta semana tem sido um pouco mais calma, com mais boa disposição. Os brinquedos começam agora a cativá-lo e já tenta agarrá-los, ainda com bastante dificuldade, e às vezes reclama imenso!

Reparem só na concentração!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s