Bem-vindo Diogo!

Às 12h29 do dia 30 de Março, com 3445 kg e 50 cm nasceu o Diogo, que nos veio completar ainda mais e nos trouxe uma enorme felicidade!

Depois de ter chegado às 40 semanas e ainda grávida, foi altura de marcar, mais uma vez, uma indução… Devo dizer que de certa forma até pode ser algo comodo uma vez que, com uma criança pequena em casa, fica mais fácil organizar tudo para aqueles dias em que não vamos estar… mas sempre desejei que a natureza seguisse o seu rumo e poder ter esta experiência da forma mais natural possível… Com a primeira gravidez isso não foi possível, ó criança preguiçosa! Fiquei um pouco desiludida quando chegou o dia da indução e eu sem grandes progressos… Dizem que as induções são mais difíceis, mas eu até posso dizer que, apesar de tudo, tive uma boa experiência.

Desta vez tudo foi diferente, e apesar de já estar mentalizada na indução, nunca perdi a esperança de que fosses tu a decidir o teu momento. E às 3h de dia 30 lá deste o teu primeiro sinal, começaram as contrações… tentei relaxar ao máximo e apesar de estar feliz por ti estava preocupada uma vez que tinha no quarto ao lado uma criança doente a dormir com o pai porque tinha feito febre (mais tarde descobrimos que era uma otite…). As contrações rapidamente começaram a ficar mais intensas e próximas e cerca das 6h decidi que faltava organizar umas coisas cá por casa… não queria acordar ninguém até ser de manhã… mas às 7h10 as contrações já estavam de 5 em 5 min e a dor já era intensa, então resolvi que estava na hora…

O caminho até ao hospital não foi fácil, sentada não é a melhor posição para se estar e o trânsito não ajudou. Mas finalmente cheguei, já com contrações de 2 em 2 min… à observação quase 5 cm de dilatação e indicação para ficar já internada… e por favor, a epidural!! Foi tudo muito rápido, a epidural não chegou a ser completamente eficaz, mas a dor era suportável e fico feliz porque, ao contrário do que aconteceu na primeira vez, em que fiquei sem ter a noção do que estava exatamente a acontecer, desta vez senti que de certa forma tive algum controlo sobre a situação e isso faz-nos sentir mais fortes.

E assim, 2h após ter entrado na sala de partos, nasceste tu, meu mais pequeno anjo. Posso dizer que foi uma hora pequenina e uma experiência que recordarei para toda a vida!

img_3604

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s