Fins de semana na aldeia

Vivo relativamente longe dos meus pais e da terra que me viu crescer, a vida profissional assim o exigiu e acabei por criar raízes e uma família. As saudades são mais que muitas e acho que aqueles que têm os pais por perto são uns sortudos! E depois há sempre aquela nostalgia pela terrinha que foi o palco das minhas brincadeiras na infância…

São duas horas de viagem e nem sempre é fácil ter um fim de semana livre (isto de trabalhar por turnos tem muito que se lhe diga!!), mas tento sempre arranjar um fim de semana por mês para ir à “aldeia”, lá bem no interior centro deste maravilhoso país. São sempre fins de semana fantásticos, a minha mãe cozinha os meus pratos preferidos e matamos saudades, o local é super tranquilo e o tempo flui mais lentamente, permitindo-me fazer todas aquelas coisas para as quais não tenho tempo durante os restantes dias e regresso ao trabalho com baterias carregadas!

Para o meu filho andar na rua é uma alegria e também adora esses fins de semana, não só pelo passeio e porque é muito mimado pelos avós, mas também porque nós próprios acabamos por ter mais tempo para ele e para fazermos coisas juntos. Adoro o contato com a natureza e lá isso é coisa que não falta! Aproveito sempre para sair um pouco, redescobrir a beleza dos lugares e encher a alma de tranquilidade!

                                  

2 pensamentos sobre “Fins de semana na aldeia

  1. Quando uma pessoa entra na vida de uma pessoa que nós tanto amamos, instala-se um medo grande… Ficamos com medo de perder esse alguém, para outro alguém que ainda não conhecemos…
    Mas sabes… Esse medo grande depressa vai ficando mais pequenino e insignificante, quando percebemos que essa pessoa que nós tanto amamos, está a ser amado e se tornou mais feliz! A cada dia que passa!
    Por isso te digo: estar longe da família deve ser difícil, nostálgico, e por vezes parece que faz de nós pessoas solitárias e mais tristes! Mas tu não és assim! És uma lutadora, que conquistou mais família! És de lá, mas também és de cá! És nossa também! Tens uma família maior…
    E obrigada por isso… Por nos amares, por nos deixares acolher-te, e por nos dares uma família maior de uma forma tão preciosa!
    Parabéns por este projeto…
    Be yourself!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s